Itinerário 1 – Módulo 8
O senhor das moscas

William Golding (1911-1993) – poeta inglês e Nobel de literatura em 1983 – escreveu a novela alegórica O Senhor das Moscas em 1953. O livro, publicado no ano seguinte, não fez sucesso na época. O livro retrata o comportamento de um grupo de crianças inglesas de um colégio interno, preso em uma ilha deserta após a queda do avião que as transportava para longe da guerra.

O Senhor das Moscas (1954) faz parte da literatura do pós-guerra e – como A Revolução dos Bichos de George Orwell e tantos outros – explora, de forma peculiar, a tensão entre democracia e autocracia no dealbar da guerra fria a partir do comportamento social de indivíduos em condições de escassez (natural e artificial, porém mais artificial do que natural – e aí pode estar uma chave de interpretação para o surgimento de modos de regulação autocráticos aderentes a padrões de organização hierárquicos).

Segundo a análise do verbete na Wikipedia, “muitos interpretaram O Senhor das Moscas como um trabalho de filosofia moral. O cenário da ilha, um paraíso com toda a comida e a água necessários, pode ser visto como uma metáfora para o Jardim do Éden. Assim, a primeira aparição do “Bicho” seria o surgimento da serpente, como o mal surge no livro de Gênesis. Um dos principais temas do livro é a natureza do Mal. Isto pode ser claramente visto na conversa que Simon [um dos personagens] mantem com o crânio do porco, que se refere a si mesmo como “O Senhor das Moscas” (uma tradução literal do nome hebraico de Ba’alzevuv, ou Beelzebub em grego). O nome, enquanto se refere aos enxames de moscas sobre si, claramente refere-se ao personagem bíblico”.

Talvez seja melhor interpretá-lo, entretanto, como a descrição de um experimento social do que como uma reflexão sobre a origem do mal ou, mesmo, como uma alegoria política stricto sensu. O livro permite uma leitura capaz de fazer correspondências entre o social e o político, ou seja, sobre os condicionamentos recíprocos entre padrão de organização e modo de regulação.

Baixe e leia o livro de William Golding: O senhor das moscas William Golding 1954

Índice

 

Itinerário 1

Padrões autocráticos

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

Modulo 9

 

Itinerário 2

Objeções à democracia

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

 

Itinerário 3

Textos clássicos

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

 

Itinerário 4

Modo-de-vida

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

 

Itinerário 5

Indicadores

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

 

Itinerário 6

Textos recentes

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

Modulo 9

Modulo 10

 

Itinerário 7

Na sociedade em rede

 

Itinerário 8

Democracia e inovação

>