Itinerário 5 – Módulo 3
Democracia aumenta o IDH?

Este itinerário é composto por uma coleção de rankings sobre a democracia no mundo e de rankings (supostamente) correlatos nos últimos dez anos, como, de um lado, o Democracy Index da The Economist Intelligence Unit, o Freedom in the World da Freedom House, o V-Dem da Universidade de Gotemburgo e, por outro lado, o IP per capita, o PIB per capita (do Banco Mundial), o IDH (PNUD), o do WEF Global Competitivenes Index, o Ingelhart-Welzel Cultural Map of the World do WVS – World Values Survey, o do Pew Research Center etc Alguns módulos serão compostos por uma comparação entre índices e por um questionamento das correlações encontradas.

Democracia e IDH

Nesta segunda comparação iremos utilizar os mesmos 3 índices de democracia (EIU, V-Dem e FH) e verificá-los junto ao Índice de Desenvolvimento Humano.

O IDH é uma medida que busca encontrar o desempenho médio em três dimensões que o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) julga ser as principais dimensões do desenvolvimento humano: Uma vida longa e saudável (Expectativa de Vida), ter conhecimento (média dos anos de escolaridade dos adultos com 25 e mais anos e dos anos de escolaridade esperados para os filhos em idade escolar) e um padrão de vida decente (medido pela renda nacional bruta per capita). Mais informações sobre o cálculo do IDH podem ser encontradas neste link: http://hdr.undp.org/em/content/human-development-index-hdi

Hipótese 2: Apenas países com maior índice de democracia são países com maior IDH e apenas países com piores índices democráticos são os que têm IDH mais baixo.

Esta hipótese parece bastante justa. É muito claro pensarmos dessa forma. Afinal de contas, países com preocupações democráticas são países que têm preocupação com a saúde da sua população, se preocupam e agem no sentido de dar mais ensino e garantir mais renda a esta população. Então não há como pensar que um país democrático não seja um país com maior IDH. Será?

Índice de Democracia da EIU – The Economist Intelligence Unit, Índice de Democracia Liberal do V-Dem Institute da Universidade de Gotemburgo e Score agregado da Freedom House.

Propomos aqui que você faça a mesma análise que foi feita na Hipótese 1. O gráfico a seguir traz o cruzamento do IDH 2019 com os índices já apresentados anteriormente e que você já tem familiaridade. Verifique os gráficos do V-Dem e FH nas abas no canto superior esquerdo.

Quais são as consistências com a hipótese e quais as inconsistências que podemos encontrar? O que destoa daquilo que esperamos? Haveria países no mesmo nível de democracia que porém destoam no que se refere à IDH?

Observe na aba IDH vs EIU, na faixa de Índice de Democracia entre 3 e 3,5. Todos estes são países autocráticos. Qual é o menor IDH deste grupo? Resposta: Niger, IDH 0,3770. E qual o maior IDH – de um país autoritário nesta faixa? Resposta: Qatar, IDH 0,8480. Uma diferença de 0,4710 pontos (quatrocentos e setenta e um milésimos). O IDH do Niger é o menor IDH do mundo todo e o IDH do Qatar está entre os maiores do mundo. Isso mostra uma falta de correlação direta entre IDH e Índice de democracia.

Agora, na outra ponta observe a faixa de Índice de Democracia entre 9 e 9,5, que reúne países que são democracias plenas. Qual o menor IDH nesta faixa? Resposta: Nova Zelândia, com IDH 0,9210. E qual o maior IDH nesta faixa? Resposta: Suíça, com IDH 0,9460. Uma diferença de apenas 0,0250 pontos (vinte e cinco milésimos). Já aqui podemos dizer que há uma correlação. Mas o que significa não haver correlação no início da escala, em países autocráticos e haver correlação em países democráticos. Talvez no EIU fique claro que um alto IDH seja um efeito de altos índices de democracia. Mas isso não pode ser dito de países autocráticos, onde se pode aumentar o IDH sem se comprometer com princípios democráticos. Ou até mesmo desprezando estes princípios.

Nos outros índices, V-Dem e FH, essa correlação nas democracias plenas não existe, sendo sua dispersão maior que no EIU. Isso demonstra que os marcadores sociais e políticos acompanhados nestes índices são mais desconectados dos dados investigados pelo IDH. Os coeficientes de determinação das linhas de tendência são: EIU: 0,475; V-Dem: 0,453; FH: 0,396. Portanto, são coeficientes de determinação muito baixos, que ainda não conseguem validar a hipótese 2 .

Um outro indício que podemos levantar é o fato da linha de tendência do gráfico do V-Dem de Índice de democracia liberal versus o IDH ser uma bela parábola, com suas duas extremidades mais altas que o seu terço médio. No terço direito, onde o índice de democracia é mais alto podemos concluir da mesma forma que o concluímos no gráfico do EIU. Mas no terço esquerdo, onde os índices democráticos são mais baixos (autocracias) há uma preocupação de países como Arábia Saudita em garantir um nível de qualidade de vida que se reflete num IDH alto. Isso é bom? Bem, isso abre espaço para muita discussão. Existem pessoas que veem essa afirmação como um perigoso incentivo das pessoas ao autoritarismo em detrimento de princípios democráticos, evitando se manifestar sobre isso. Sabemos que essa iniciativa das Casas da Democracia serve justamente para isso. Para, através de perguntas e constatações incômodas, fazer com que mais pessoas percebam que a democracia é frágil e precisa ser defendida. Portanto, se alguém diz que a democracia não é boa, pois existem exemplos de países com IDH alto que não são democráticos somos obrigados a questionar qual é a importância de um Índice de Desenvolvimento Humano, visto que trata de um desenvolvimento que pode ser desumano. Sim, é polêmico dizer isso, mas o que há de desenvolvimento humano se não há liberdade? Trocar-se-ia a liberdade por dinheiro, expectativa de vida mais alta ou mais estudo? A que fim tudo isso se presta?

Hipótese 2: Apenas países com maior índice de democracia são países com maior IDH e apenas países com piores índices democráticos são os que têm IDH mais baixo. Não confirmada.

Não fique triste, voltaremos no próximo módulo com a Democracia e a Felicidade.

Índice

 

Itinerário 1

Padrões autocráticos

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

Modulo 9

 

Itinerário 2

Objeções à democracia

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

 

Itinerário 3

Textos clássicos

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

 

Itinerário 4

Modo-de-vida

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

 

Itinerário 5

Indicadores

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

 

Itinerário 6

Textos recentes

Modulo 1

Modulo 2

Modulo 3

Modulo 4

Modulo 5

Modulo 6

Modulo 7

Modulo 8

Modulo 9

Modulo 10

 

Itinerário 7

Na sociedade em rede

 

Itinerário 8

Democracia e inovação

>